segunda-feira, 2 de março de 2009

Eu queria tempo (desabafo)

eu queria mais um dia na semana, e que esse dia fosse feriado, só para se colocar tudo em dia.
eu queria tempo.

eu queria ser mais feliz, sorrir mais, chorar menos, me irritar menos, principalmente.
eu queria uma sorte, de vez em quando.

eu queria não ter falhas, queria não criticar nem receber críticas.
eu queria não ser tão cítrica.

eu queria dar tudo de mim, mas nunca coisa só, e que isso não me preocupasse tanto.
eu queria tirar o verbo "precisar" do meu dicionário e trocar pelo "quero".
eu queria ter meu próprio vocabulário.

eu queria me inspirar numa comunidade, saber tudo o que se passa por ali, mas eu pertenço a tantas e a nenhuma.
eu queria ser mais eu, não copiar ninguém só porque é legal.
eu queria poder sentir as pessoas.

eu queria não ter tanto medo, um medo que trava.
eu queria não remoer tantas coisas do passado.
eu queria sentir menos saudade.

eu queria ser mais livre, não me cobrar tanto.
eu queria acreditar que eu posso falhar.
eu queria me convencer de que meus erros podem ser corrigidos sem chororô.

eu queria viajar para longe.
eu queria ir embora, mas sem deixar todo mundo aqui, só por um tempo, para que sentissem minha falta. será que sentiriam?
eu queria ter mais tempo para mim.

eu queria ser mais organizada, saber dividir minhas horas, e não me importar se houvesse um imprevisto.
eu queria saber me progamar sem ter que passar duas horas pensando.
eu queria ser menos indecisa.

eu queria silenciar quando fosse necessário, porque ouvir é uma virtude.
eu queria falar coisas interessantes.
eu queria chorar menos, sofrer menos, e amar mais.

eu queria ter mais vontade, mais gosto, e menos estresse.
eu queria não precisar fazer tanta coisa.
eu queria me dedicar mais, mas sem sofrer tanto.
eu queria menos obrigação.

eu queria amar de verdade, sem brigas, sem confusões e, principalmente, sem mágoas.
eu queria achar um lugar que só eu gostasse de ficar.
eu queria fugir.

eu queria voar.
eu queria que às vezes o tempo parasse, mas que pudesse voar.
eu queria que ele não fosse tão traiçoeiro.


eu queria mais um dia na semana, e que esse dia fosse feriado, só para se colocar tudo em dia.
eu queria tempo.

13 comentários:

Daniel Abreu disse...

Aaaah, esse seu layout me lembra o meu não sei porque.
E deixe de besteira, pode comentar lá...


:D

Beijão Jell!

Egon Henrique disse...

olá senhorita..

posso fazer parte desse papel?????

Quem sabe escrever nele??? ^^

Sou novato por aqui, e estou buscando novas amizades, quero escrever novamente, e preciso de amigos leitores, quer ser minha amiguinha???????


http://osonhocomecou.blogspot.com/

passa lá???

bjão

Marina Melz disse...

quem sabe você só não consiga tudo isso pq você queria, e não quer?

Fábio Ricardo disse...

fácil fácil de conseguir cada uma dessas coisas que você citou aí em cima. o problema é que cada uma delas tem sua consequência.

vai de ti saber quais delas você quer realmente.

ViNícULa disse...

nem preciso dizer que tu não terás mais um dia
mais um dia para resolver o que quiser

ou seja

tente usar de maneira mais racional o teu tempo, quem sabe não fazes o teu próprio feriado, mesmo que seja por algumas horas?!

e

claro

estaria sendo utópico se dissesse que só depende de ti essas mudanças
porque eu sei que algumas coisas dependem de... "fatores externos"

mas no fim

se tu começares a tua mudança
criando, como queres, o teu próprio vocabulário e um consequente mundo próprio
verás que os outros objetivos
serão, se não mais fáceis, menos difíceis de se alcançar..


mas sinceramente
gostei

frases curtas
um desabafo bem pessoal

gosto disso

Sergio disse...

Jéssica, ontem quis escrever aqui mas acabei te escrevendo emeio, mas v, hoje vi o que a Marina Melz disse lá encima e concordo em gênero número e grau. Então convem repetir:

"quem sabe você só não consiga tudo isso pq você queria, e não quer?"

Essa coisa é uma dureza. Querer é poder sim. A questão é, o quanto se quer alguma coisa. Quando se quer de verdade se pode, quando se quer "marromeni" as frustrações acabam vencendo o desejo.

E, ó, não falo isso pra você. Sofro do mesmo mal. Aliás, eu sofro, tu sofres, ele sofre... É só conjugar o verbo. Mas nós (eu e tu) vamos mudar isso, né, Bijunga?!
BEIJOS INFINITOS NÔCÊ!

Sw disse...

"eu queria não ter falhas, queria não criticar nem receber críticas.
eu queria não ser tão cítrica."

compartilho dos mesmos desejos

Marina Melz disse...

respondendo: as frases em itálico são minhas, sim. e-mails que eu mando pra amigos em momentos de desespero.

Hariane disse...

Bela confissão!

Bjus floridos!

Erick Júlian de Medeiros Feitoza disse...

iai gracinha, como vai? eu nesse momento queria fugir do mundo e encontrar a paz de todos os meus tormentos, mas sou um homem de fé. asdhuasdhuas como você está? eu sumi mas ainda estou vivo, me mande noticias pequena :* cuida-te

Marcos disse...

Quanta querência! :)

No fim das contas, é só levar o pé até o passo, que o querer vai embora mesmo é quando a gente mata as vontades! Gostei das coisas que escreve aqui!

Marcos

Gabriela Magnani disse...

Gosto bastante aqui e sempre venho ler seus textos. Você parece bastante irritada. Vai parecer bem clichê, mas nada como um dia atrás do outro, ok?

Kari disse...

Aí Jéssica, eu poderia ter escrito isso. Claro que não com essas palavras e nem com esse teu jeito único, mas porque eu simplesmente quero tudo isso...
Paciência é algo que eu também gostaria de "ganhar"....

E sim, eu queria mais um dia só pra colocar as coisas em ordem...

Beijão pra tu