quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

sonho


Uma das coisas que eu mais admiro no mundo é a persistencia que as pessoas tem em conseguir alguma coisa. Não vejo amor, nem dinheiro como a coisa mais bonita e valiosa do mundo. Eu vejo mais, a vontade que agente tem de seguir em frente depois de um baque, a vontade de conquistar um sonho, a esperança que nunca morre. Isso sim que eu acho a coisa mais valiosa em alguém. Se você tem um sonho, por mais viajoso, inutil ou longe que seja, mas corra atráz dele. Corra e lute por ele. Temos mãos, pés, boca e ouvidos pra quê?
Sinceramente, eu acredito que qualquer um, com um pouquinho de luta, de força, de garra, pode conseguir tudo o que quer, por mais dificil que isso seja. Quando a pessoa começa a lutar e, principalmente, não desiste (esse talvez seja o maior mal de todo mundo) consegue ir aonde quer, até aos lugares mais longes ou comprar aquela coisa mais cara, que seja! mas consegue. É só questão de força, perseverãnça. A esperança não morre nunca, pra mim. Agente pode deixar até de acreditar, mas um dia ela volta à tona. Acho que ela sempre vai tá ali, mesmo que voce esqueça-a. O sol brilha pra todo mundo, e eu acredito num futuro melhor, não digo pro mundo, mas pelo menos pras pessoas que nele vivem.

O filme " A procura da felicidade" é baseado na história de um homem que era casado, vivia de vender uma maquina de raio X bem mais sofisticada, tinha um filho e não era nada feliz. O sortudo, que era bom de numeros, consegue montar aquele quadradinho colorido que quase ninguém consegue, e acaba conseguindo um estágio em uma corretora de ações. Sofre o pão que o diabo amassou, perde a mulher, é despejado, ganha dinheiro, o governo tira todo o dinheiro da sua conta bancária, vai dormir em um asilo com o filho, e mesmo assim não desiste nem do emprego nem do filho. Acaba conseguindo o emprego fixo na firma, e fazendo a sua propria firma depois, ganhando mais de bilhões de milhares de dólares. Com Will Smith como Chris Gardner, Jaden Christopher Syre Smith como o Christopher e Thandie Newton como Linda.
É ótimo e eu chorei, não vou negar.

Um comentário:

Ernani disse...

É verdade!
Eu quase choro... mas fui forte!

Persistam!