quarta-feira, 29 de julho de 2015

O sonho dentro do sonho


Chovia forte lá fora. No emaranhado de lençóis e endredons, ela dormia. Sua respiração era profunda, sonora. Os cabelos encaracolados espalhados pelo travesseiro formavam a imagem de uma estrela com incontáveis pernas. Era manhã, dava pra sentir o sol tentando passar pelas pesadas nuvens de chuva. No quarto, a atmosfera deixava até os mais agitados com sono. Respirando profundamente, ela sonhava com deuses antigos que deixaram de existir pois ninguém acreditava mais neles.

Eles vinham visitá-la num salão grande e vazio, rodeado por estátuas, e sussurravam suas mensagens pra ela. Ela se sentia pequena e muito amada. Os deuses que deixaram de existir, deitaram ela num berço pequeno, mas muito aconchegante. E começaram a sussurrar, juntos, uma antiga cantiga. "Durma, menina, durma. O sol está à caminho, mas não irá te despertar. Sonha, menina, sonha. A noite está sumindo e o dia está pra começar". Aninhou-se nos lençóis e começou a sonhar.

#The100DayProject

Nenhum comentário: