sábado, 21 de março de 2009

Quase completamente lunar

Eu não sei, na verdade, mas é que as vezes me bate uma vontade louca de falar de mim. E não é sempre que isso acontece, também não é sempre que eu quero, e muito menos não é sempre que tem alguem querendo me ouvir.

É só que as vezes eu sou tão confusa. Eu sinto que a lua me guia, totalmente, mas eu não poderia ser um pouquinho menos subjetiva? Poxa, as vezes faz mal ser assim tão "de repente, estou assim, mais tarde, estou daquele jeito". Era para eu ser guiada pelo sol. Aí eu não teria tantas alterações.

Bem, tudo bem, eu sei que o universo tem influência total sobre nós - mesmo que tenha gente que não acredite nisso - mas eu acredito e fico me perguntando: será que é por isso que eu sou assim, tão complexa e complexada? Não me diga que isso é balela de horróscopo porque não é. Basta olhar para o céu a noite, deitada ou até mesmo em pé, com a cabeça virada totalmente para trás e sentir aquele azulão (ou preto, depende da hora) caindo sobre você. Só com isso você sabe que aquela imensidão de energia tem alguma coisa a ver com você. Com a sua energia.

Eu me faço cética dizendo que não acredito em energias, mas é estudando física - e nem precisa muito - e fazendo alguns mantras que vejo que não, eu não posso ser tão radical assim. O humano é um corpo termoquímico. Trocamos energias o tempo inteiro, elas são reutilizadas, revitalizadas e, assim, jogadas fora com uma "tonalidade" totalmente diferente. É bom saber que existe algo que nos guia, que não estamos aqui por acaso, mas porque não acreditar que, quando morre, voce não vira nada mais que energia?


Eu digo que a lua me rege porque eu sei, dentro de mim, o caldeirão que é, as águas em constante mutação. Às vezes me sinto como o mar, que não pára nunca, e às vezes me sinto como uma lagoa, sempre ali, paradinha. Pena achar que isso talvez fosse bom, porque, sabe, na minha adolescência terrível e tumultuada não é. Nem sempre as pessoas vão me aguentar assim, tortuosa e turbulenta como eu estou vezenquando. Eu preciso aprender isso, de uma vez por todas. Será que se eu encucar isso na minha cuca vou ter controle sobre minhas marés?

Eu sou a única que tem marés controladas pelos astros dentro de si?

Assim eu me considero estranha e gosto de falar, agindo como a Intense, me deixa falar, me deixa, me deixa. Quando eu peço pra ficar sozinha, ninguém entende, então todo mundo fica "o que foi, o que foi?" Eu digo, é melhor me deixar quieta, eu sei com quem me meto, vou falar com alguém mais consistente e calmo, para ver se me reestabeleço. A troca de energias com outras pessoas, essa comunicação estranha e calma, e criativa, e risonha, e tudo, me faz tão bem. Você me faz tão bem. É, meu amigo, você mesmo.

E quando não dá? Então eu prefiro ficar na minha, para ver se eu mesma me controlo, mas as forças de cima são de peso muito maior, e eu quase não tenho como combatê-las. Então, finjo uma falsidade estranha, sem conseguir, porque de jeito nenhum consigo ser falsa, nem com o pior dos professores - que todo mundo acha ótimo só porque deu uma conversadinha aqui e outra ali - eu não consigo. Sou eu assim e fim de papo, mesmo assim, cheia de inconstâncias (neologismo?) e marés auto-incontroláveis(neologismo 2?).


E quando peço um espaço e ninguém dá, eu tento explicar, que eu tou daquele jeito por causa da lua, mas ninguém nunca acredita, por que será? "É a lua que me deixa assim". E é mesmo, de verdade, mas daí ninguém engole esse motivo, e acabam criando problemas, eu falo e faço coisas que não queria, que não devia, e morro, morro, morro por dentro. Mas no final vai ficando tudo bem, porque a lua vai mudando de estágio também, e eu vou melhorando, a cada dia, a cada período lunar, seja nova, minguante ou cheia.

Mas, já parou para pensar que, quando a lua está naquele estágio mais lindo, mais cheiona, quase cobrindo o céu inteiro, a cidade ao seu redor, o mundo, as pessoas não parece estar um pouco mais fora de ordem? Eu as vejo com mais urgência, mais pressa de tudo, como se aquele estágio fosse o que liberasse os demônios e todo mundo se mostra um pouco na lua cheia. É, talvez seja por isso que ela libera o lobisomem do homem.

E quando o céu está sem lua, o que acontece? E eu, como fico?

( Se você não entendeu nada, me desculpe, essa não era a intenção. Mas o post é dedicado à ele ;D )


--

Um selinho que ganhei só para não deixar passar o post "feio" ;P



Sim, somos mulheres bem resolvidas, e eu sou, ou tento ser, vezenquando, ehehe :D

Recebi da Fer, obrigada querida #D

Repassando para as bem resolvidas:

Sonhos Secretos
Excesso Intenso
Botando pra fora
Além das palavras
Essência no ar
Sem Verso
Físsil Flor


Não precisa postar se não receber, mas mando como forma de carinho :}

Kisses


14 comentários:

Gabriela Magnani disse...

Concordo. Nosso corpo absorve e solta a energia. E isso tem total influência sob nós. :) Adorei o texto.

Caio Cezar Mayer disse...

Oi Jéssica! Poxa, eu já sou um pouco mais cético, acredito n parteda energia que passa por nós do ponto de vistada física e sei que influencia de certa forma, mas já acho que o horóscopo é uma matemática supostamente certa demais para tratar de seres humanos. Mas nada é certeza nessa area, claro. Quanto a sui apergunta sobre haicai, da uma olhadinha nesse link aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Haikai

Bjo

Gabriela Magnani disse...

hahaha. Tem influencia de crepusculo não. Já faz uns 2 meses que eu li, será que eu ainda to sob efeito? HSAUHSUAHUSA!

Jo Bittencourt disse...

Ei minha linda, q máximo! quero sim o selo, adorei. estou um tanto a parte dessa vida virtual, por isso ñ vi antes. obrigada!

grande beijo, de alguma forma tou sempre aqui, quietinha, mas estou! rs

Nanda disse...

Cada um tem o seu jeito de encarar a vida.E se tem gente que não acredita na sua maneira, foda-se.
O importante é voce acreditar. ;D

beijo!

Egon Henrique disse...

Fale de você ué ;)

Fuck o que os outros falam ou pensam ;D

Bjos lindo blog :)

Rafa_sv disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafa_sv disse...

Como eu já disse milhões e milhões de vezes, eu não sou naaaaadaaaa, ao contrario de você que é uma bela, jovem, inteligente, desenvolta, conversadeira, e tantas outra inumeras qualidades que só por você ser mulher já tem narutalmente. Eu só posso dizer que o cosmo rege a vida das pessoas de maneiras tão avulsas que ele faz coisas incriveis acontecerem, coisas que a principio podem parecer ruins para uma determinada pessoa e tem uma consequencia maravilhosa num futuro não muito distande dali, en antemão(palavra foda !)uma dessas coisa foi a feliz oportunidade de em um dos mais estranhos estados de tristeza, melancolia e dor, surgim "alguens" na sua frente com um sorriso foda e um:"-deixa de ser viado, se levanta pra cair outra vez porra!" palavras possivelmente asperas na concepção de alguns, mais pra mim que significam muito quando uma certa pessoa diz, agora me responda você acha que existe mesmo aquilo que as pessoas chamam de coincidencia???
obrigado.

Vladir Duarte disse...

Já diziam os Secos & Molhados: O verme passeia na lua cheia! Seja lá o que isso quer dizer!

Valeu!

Erick Júlian de Medeiros Feitoza disse...

Olá minha graça, as vezes eu acho que sou como você, essa parada de maré ai está completamente turbulenta em minha vida, como você está? o que tem feito? nunca mais troquei idéia com você, espero que tudo esteja bem, mulher resolvida :x


beijaaao

Sergio disse...

Tão frágil e tão guerrera... Tão compreensiva e tão temosa!... Tão muleca e tão prontinha para a mulher já assombrando... Tu é tão, tão (no bom sentido), Tchuda que eu não sei não, sabe?

Ó, vou responder o seu emeio por aqui:

"farei daimoko proce".

Só de ouvir isso. Fiquei bom!

E já que estamos aqui: estou há uns dias pra te dizer: você viu o filme "Desejo e Reparação"?
Falemos a respeito.
Beijo, Lua!

Caio Cezar Mayer disse...

Então Jéssica, embora eu goste pra caramba de ter você como leitora, espero que você não seja a única! Até pq estou saindo em uma antologia de poetas bem bacana que será lançada mês que vem (sobre a qual falarei em breve aqui no sindicato), já pensou se ninguém gostar da parte que me cabe? rs De qualquer forma, me sustento com outras coisas por via das dúvidas! Quanto a copiar, pode sim, fica a vontade, só citar autoria e todo aquele blá blá blá, de resto copia sim que poesia é pra isso mesmo!

bjo

Ana Paula disse...

Acho q entendi sim seu texto.
Isso tudo eh saudade?^^

Camila Colossi disse...

Eu sou a única que tem marés controladas pelos astros dentro de si?

nãao, eusou outra doiida solta npo mundo UHAHUAHUA

bejos