sábado, 20 de março de 2010

Só saudade daqui, mesmo

Sinto falta desse lugar. Sinto falta de como eu era empolgada com ele, antes. E como agora, com tanta coisa mudando na minha vida, ele simplesmente perdeu o brilho. Foi ficando opaco, sem cor, sem luz, até... não sei. Está quase translúcido. É estranho ver como tanta coisa pode acontecer somente num espaço seu, mesmo que poucas pessoas fiquem sabendo ou sequer suspeitem disso. Esse blog fez parte de mim por muito tempo. Um ano, dois, até. E se não fosse por ele, um dos meus maiores sonhos e projetos de vida não teria acontecido. Se não fosse por ele, e por mim, eu não estaria aqui hoje, falando isso. Nem tendo tanta dor e tanto pesar em dizer como ele perdeu a cor. Eu queria muito, muito mesmo que tudo voltasse ao que era antes. Que eu escrevesse o tanto que eu escrevia antes, aqui. Mas é só que tanta coisa mudou. Agora, me vejo num tipo de dever, que às vezes pode ser chamado de crise de criatividade ou só preguiça. É só que... minha vida mudou tanto depois que eu abri isso aqui. Alguns corações quebrados, dramas e UPs internos, que não foram vistos totalmente por aqui, não passaram por essas linhas. E agora... Tudo está muito mais diferente do que eu imaginava. Talvez pelo fato de eu não ter esperado tanta coisa, foi que mudou tanto, então só agora, me dando conta disso, é que eu me surpreendo. Sempre zelei bastante por esse espaço. E acho que, com ele, eu também estava zelando por mim. E agora, não sei. Sinto isso aqui tudo empoeirado, cheio de teias de aranha - e eu? Bem, estou longe. Acho que em outra página, num parágrafo distante. Numa outra história.

Não quero dizer com isso que o blog vá acabar. Sei lá até quando isso pode durar. Só queria falar o quanto esse espaço já foi especial para mim, algum tempo atrás. Bons tempos atrás. Eu realmente gostava daqui. Mas... Não sei. É deixar surgir. Deixar rolar. Eu acho.

Só acho que devia fazer esse aviso.

10 comentários:

Carol Rodrigues disse...

Fiquei triste...

Vc não pode parar de escrever!
='(

Agostinho Lopes disse...

Obrigado, Jéssiaca, pelo aviso.

Acho que te entendo. É natural em certa fase das nossas vidas, as coisas "perderem o brilho".

Deixa o espaço aí... Escreva apenas quando der vontade. Nem que seja para falar da "não vontade de escrever".

Um beijo!

Bruna Bianconi disse...

Eu sinto falta dos seus textos, mas creio que essas fases são comuns, talvez daqui um tempo você volte atrás nisso, talvez não.
Mas quero dizer que suas palavras foram importantes pra mim e que esse blog é um dos melhores que eu já vi, e por essas e outras torço muito por você :)
Beijos

Anônimo disse...

Making money on the internet is easy in the underground world of [URL=http://www.www.blackhatmoneymaker.com]blackhat world[/URL], You are far from alone if you have no clue about blackhat marketing. Blackhat marketing uses not-so-popular or little-understood ways to generate an income online.

Rebeca Postigo disse...

Não pare de escrever...

Bjs

Igo disse...

como que você nunca me falou antes de seu blog? :o foi preciso bells comentar quão foda ele era pra eu tomar conhecimento e quando venho aqui, é pra saber que ele está quase pra terminar?? não creio nisso. tem uns textos muito bons aqui, só li death e chuva de outono *.* quero continuar lendo mais n.n

Fernanda disse...

te entendo, até mais do que esperava. as vezes as coisas vão perdendo a cor na sua vida, e você vai esquecendo delas aos poucos, sem nem sentir, algumas vezes...

bem, só espero q possamos nos encontrar pra vc me passar alguns textos pra ler, pra conversar e matar a saudade :]

bjos da sempre sua amiga

e igo, amoreco, apela pros textos antigos
HSUAHSUAHSUAHSUAHSUAHSA

Fabii disse...

Hum.. É a primeira vez que visito o teu blog, e até que te entendo.. Sabe, faz só 3 meses que eu tenho o meu, mas também já passei por isso. Eu adoro escrever, e às vezes faço para acalmar, mas tem dias que eu olho pro meu blog e digo: "Até quando? Não sei se vou conseguir.." Mas por incrível que pareça, ele já faz parte de mim, e acho que sentiria um pedaço de mim sendo tirado se acabasse com ele... Acho que a vida é feita de momentos, bons ou ruins, mas não é para sempre..

Se quiser da uma passadinha no meu blog... Ficarei muito feliz =D

Abraçoos!

Layz Costa disse...

Nossa, estamos passando pela mesma coisa. =/
Tenho me afastado cada vez mais do blog, mas sei que isso vai passar.
Vou aproveitar esse tempo pra executar, me conhecer mais na prática, colher as palavras.
:*

Laah Cristina disse...

Não sinta por isso moça. Sabe, sempre me identifiquei com você, e o que está sentindo é absolutamente normal. Não exclua pode se arrepender. Mas escrever por obrigação é pior coisa que tem. Carlos Drummond de Andrade disse uma vez que "as obras-primas devem ter sido geradas por acaso; a produção voluntária não vai além da mediocridade.".
Posso dar um conselho? Dê um tempo (os leitores que realmente gostam de você vão entender), faça outras coisas, e só volte aqui quando precisar dele, quando tiver algo pra dizer e quizer compartilhar. Esqueça da obrigação e volte ao blog quando tiver vontade.
Um beijo querida ^.^