terça-feira, 7 de junho de 2011

Saudade

 
Muita saudade disso aqui. Como era bom postar tudo que vinha do coração. Como era bom criar cenas de romance açucarado, em lugares inexistentes - ou apenas em qualquer lugar que não fosse essa cidade. Ando tão ocupada, dando tanta importância à um futuro jornalístico tão incerto. Pelo menos aqui eu tinha certeza que não ganharia nada. Agora parece que há algo sinalizando dentro de mim que, o que eu escrevo agora, vai me render algum emprego no futuro. Grande enganação. 
Sinto tanta falta de escrever apenas por paixão, por amar o romance, por ser sensível e sentimental como eu sempre fui - e criar histórias que dissecassem todo esse meu romantismo inocente. Ando muito vazia, muito seca. E isso me tira toda a criatividade para criar um daqueles contos bonitos que eram tão bem vistos aqui. Eu gostava tanto deles. Ainda gosto. 
 Tanta saudade de tudo que acontecia por aqui. Saudade de um tempo que eu queria que voltasse. Mas não sei o que fazer pra ele acontecer de novo. Dei uma pausa com intuito de escrever um livro, e acabei me engajando em outros projetos, outras idéias. Mudei minha forma de expressão, encontrei um modelo e me moldei a ele, de tal forma que não sei como "desmoldar". 
E agora só resta essa saudade dos bons tempos de sensibilidade que eu tinha quando escrevia aqui. Espero que, sei lá, se por ventura eu voltar algum dia, eu possa recuperar esse sentimento que eu tinha. Ou, pelo menos, que eu ainda consiga mostrar, através de contos e histórias, o que está se passando aqui dentro.
Saudade demais disso aqui.

2 comentários:

O Impenetrável disse...

gostei da sua reflexão, os compromissos e a falta de tempo realmente não nos ajudam na inspiração. mas é aquela coisa, viver também ajuda e com o tempo tudo se afirma.

abraço.

kinha disse...

Tudo que é nosso, sempre volta!
reflita um pouco, viva um poco fora do papel.
Aí sim, quando voltar, a sua escrita será melhor que nunca!